Voltar

A telemedicina na sala de espera

A telemedicina na sala de espera
A telemedicina na sala de espera 

Ficou para 2020 a regulamentação da telemedicina no Brasil. O assunto gera muitos debates porque o próprio termo “telemedicina” é muito abrangente e envolve subtemas como inovações tecnológicas que estão alterando o modo convencional de atendimento e diagnóstico médico. Desde o paciente que acredita que virou um especialista em saúde com a ajuda do Dr. Google, até o acompanhamento remoto via WhatsApp - que alguns profissionais realizam com pacientes longevos ou previamente examinados - a medicina a distância mobiliza e desafia o setor a responder aos novos tempos.
A discussão sobre o tema é urgente. Nesta semana, durante o HIS – Healthcare Innovation Show, acontece um Summit de telemedicina, no qual serão exibidas aplicações práticas do tele atendimento no Brasil e no mundo e o real potencial da tecnologia na visão da liderança clínica. Um dos destaques do evento é Eduardo Cordioli, gerente médico de telemedicina do Hospital Israelita Albert Einstein.
A Clinipam também apresenta case sobre o tema. O Dr. Clinipam foi um dos projetos selecionados pela comissão do HIS e será um dos modelos demonstrados para os participantes. O modelo assistencial da operadora paranaense foi concebido pela melhorar o acesso dos beneficiários ao corpo clínico em situações que não necessitam de atendimento emergencial. Uma das vantagens do Dr. Clinipam é a diminuição das filas de espera nos prontos atendimentos e a resolução de dúvidas sobre o estado de saúde sem precisar sair de casa.
Até hoje, o Dr. Clinipam já contabilizou mais de 18 mil downloads e 30 mil atendimentos, desde agosto de 2018, quando foi implementado. O nível de satisfação dos pacientes é alto e muitos deles são reincidentes no uso da plataforma. Muitas pessoas querem sanar dúvidas simples, como a interpretação de um exame, ou verificar se está tudo bem em situações em que soa um alarme – por menos barulhento que seja – de que alguma coisa está errada no organismo. A telemedicina é útil, sobretudo, nessas situações pontuais.
No aplicativo da Clinipam, as gestantes e as mamães de primeira viagem lideram o ranking na busca pelo tele atendimento. Por insegurança e excesso de zelo, elas lotavam os prontos socorros em situações corriqueiras, como a mudança da cor ou do formato das fezes dos bebês. Agora, como aplicativo Dr. Cliniapam Online, recebem orientação de um profissional sobre como agir diante daquele cenário, evitando o desconforto das filas nos plantões médicos.

Eficiência na comunicação interna

O projeto Talkers, também da Clinipam, foi escolhido para ser apresentado durante o HIS 2019. A finalidade desse projeto é melhorar a comunicação interna da Clinipam. Por meio de um processo seletivo, foram nomeados os colaboradores que tinham perfil de liderança e que poderiam disseminar informações sobre a empresa. Esses colaboradores foram nomeados como Talkers e são identificados na companhia por um uniforme diferenciado dos demais. O programa é composto por reuniões mensais onde são abordados assuntos pertinentes à empresa, como: ações, novidades, mudanças, políticas interna e campanhas, brainstorming, entre outras. Posteriormente, os Talkers comunicam essas informações em seus setores, por meio de reunião mensal, conversas nas salas, e-mails e mensagens de whatsapp. Os Talkers também são responsáveis por produzir conteúdo para a intranet e receberam capacitação nas áreas de comunicação, branding, endomarketing e redação.

Veja mais notícias