Voltar

Izabelle é exemplo de autoaceitação, autossuperação e comprometimento

Izabelle é exemplo de autoaceitação, autossuperação e comprometimento Izabelle Stefany de Alencar Luz, de 23 anos, ocupa uma vaga PCD (Pessoa com Deficiência) na Clinipam GNDI há dois anos. Começou como auxiliar de administração no departamento de gestão de pessoas e, ao longo da jornada, ganhou experiência, mais responsabilidade e já foi promovida no setor. O maior orgulho de Izabelle é desempenhar bem suas funções e ser tratada sem distinção no dia a dia na empresa.

A colaborada nasceu com má formação na mão direita e trata a questão congênita como algo normal, porque a deficiência não impõe qualquer obstáculo na sua rotina, não interfere nas metas que traça para seu futuro, tampouco na realização dos seus sonhos. “Eu aprendi a fazer tudo com uma mão só porque já nasci com essa condição e desenvolvi autonomia. Digito rápido e faço tudo, como as outras pessoas. Desde pequena eu me aceitei e esse é o caminho. Se não houver autoaceitação, como cobrar dos outros que nos tratem com igualdade?”, questiona Izabelle.

Ela conhece de perto as barreiras que precisam ser derrubadas para que as pessoas com deficiência alcancem uma vida normal. Por isso, não vê problemas para falar abertamente sobre seu problema, como uma forma de despertar nos outros a sensibilidade para a causa da diversidade. “Não quero que as pessoas nutram um sentimento de pena por mim, porque isso não faz sentido algum”, diz.

Izabelle se despiu do preconceito e é uma jovem totalmente resolvida, que não se abala com os olhares desconcertantes que recebe de algumas pessoas em razão de sua deficiência. “Relevo quando me olham sem jeito para meu punho e percebo que têm receio de perguntar o que aconteceu comigo. Mas passo por cima de tudo isso porque me aceito como sou”, conta.

Antes de trabalhar na Clinipam, Izabelle encontrou dificuldades para arrumar trabalho e sentiu medo de não encontrar um lugar ao sol. “Quando procurava emprego de recepcionista, sentia que as pessoas pensavam: como vamos ter alguém sem uma mão para receber o público?”, relata.

Azar o delas e sorte da Clinipam, que se impressionou apenas positivamente com o carisma e a simpatia de Izabelle e conta com a dedicação dela no departamento de gestão de pessoas. Contratado e contratante estão felizes e bem acordados e, se depender de Izabelle, o vínculo será duradouro. Ela quer fazer carreira na empresa e já está cursando a faculdade de administração de empresas, para avançar novas posições. “Quero completar, no mínimo, 10 anos na Clinipam. O conjunto da obra é muito bom por aqui, adoro meu trabalho e as pessoas com quem me relaciono. E esse ambiente saudável, colaborativo, onde sou tratada com igualdade, não tem preço. Sem falar das oportunidades de crescimento, por meio da formação dentro de uma universidade corporativa”, avalia.

Obrigada por seu empenho e dedicação, Izabelle. Continue iluminado nossos corredores e colaboradores com essa mesma LUZ que carrega até no nome. Temos orgulho em tê-la no time Clinipam GNDI.

O Grupo NotreDame Intermédica, do qual a Clinipam faz parte, sabe a importância da diversidade que tem como premissa de sua atuação, a garantia de que todos sejam tratados indistintamente e reconhecidos por suas atitudes e competências, não tolerando qualquer prática de discriminação ou assédio. Aqui, todas nossas vagas também são destinadas às pessoas com deficiência. Para conferir as posições com processos seletivos em aberto, acesse nosso site: http://bit.ly/vaga-clinipam e fique de olho em nosso Linkedin: https://www.linkedin.com/company/clinipam
Veja mais notícias